Wednesday, December 07, 2016

[Opinião] O Baile de Máscaras

Título: O Baile de Máscaras
Autor(a): Joanna Taylor
Editora: Edições ASA
Em 1786, Londres é uma cidade magnífica, caótica e implacável. Que o diga a jovem Lizzy Ward, cujos sonhos cedo se desvaneceram para dar lugar a uma vida que nunca desejou. Nunca foi sua intenção ser prostituta, mas o destino assim quis. Todavia, a sua sorte parece estar prestes a mudar. Um dia, ao calcorrear as ruelas negras de fuligem de Piccadilly, dá por si a salvar a vida de um homem diferente dos outros. Lord Edward Hays não só é aristocrata como não está minimamente interessado nos seus serviços. Ou melhor, nos seus serviços habituais. Lord Hays quer contratá-la mas não por uma noite. O seu plano é apenas exibi-la na alta sociedade como sua companheira durante toda a semana que vai passar na cidade.
Estará Lizzy à altura do papel? À medida que se embrenha nos mais sumptuosos e respeitáveis salões londrinos, os obstáculos parecem suceder-se. Além disso, a jovem apercebe-se de que, naquele mundo, ela não é a única a usar uma máscara. Para piorar as coisas, a sua relação com Edward está a intensificar-se de dia para dia – a charada de ambos ameaça ruir, e Londres está a postos para o grande escândalo...



     Elizabeth é uma jovem prostituta que trabalha nas ruas de Piccadilly com a sua amiga Kitty. Elizabeth quer mais da vida, mas o dinheiro que ganha no dia-a-dia não lho permite. É então que um dia conhece um jovem encantador que precisa de ajuda para encontrar uma pessoa. Lizzy leva este jovem ao seu destino e é então que o mesmo lhe propõe que ela seja sua acompanhante durante uma semana, até ao fim dos seus negócios em Londres. É com o 'sim' de Lizzy que começamos a conhecer a sua história e a de Lord Edward Hays.

     Para muitas pessoas, ao que percebi, esta história foi demasiado cliché e uma cópia do filme Pretty Woman. Há muito tempo que não lia um livro e não vi o filme, por isso chamem-lhe o que quiserem. Para mim foi um livro interessante do início ao fim, com uma escrita fácil e fluída. Terminei-o em dois dias (horas) e fiquei cativada pela história de ambos, o modo como tudo avançou e passou de um mero interesse a amor.

     O final eu não o esperava. Pensava que seria um livro com um final triste, mas a escritora decidiu torná-lo num final feliz, o que para mim não é um incómodo porque eu sou, de facto, uma lamechas.


No comments :

Post a Comment

Back to Top